“Conservadores”, aprendendo com a podridão

Muito se fala no Brasil de tempos sombrios, comunismo, esquerda e outros. Nesse artigo quero tentar levar o pensamento de muitos anos de aplicação e investimentos que os Comunistas fizeram no Brasil. Não vou falar nada técnico e de maneira culta, pois o objetivo é levar o pensamento para todos.

Alguns dizem 30,40 anos, mas eu creio que sejam, na verdade, 50,60 anos que o Comunismo vem sendo implantado dia-a-dia no Brasil, tomando suas formas, seu poder.

O comunismo foi enraizado em todas as esferas políticas, judiciárias e principalmente, em escolas, universidades e meios de comunicação. Esse trabalho foi espalhando no Brasil como um vírus. Muitas pessoas, podemos dizer, assintomáticas, ou seja, pegou o vírus, desenvolveu, mas não percebeu que está no “sangue”, mas mostra em suas atitudes.

A população foi aprendendo a ser dependente, covarde, preguiçosa por meio de benefícios, um estímulo para possuir tudo com facilidade, mediante doações. Foram ficando imbecilizadas, incompetentes, sendo exatamente como o comunismo mais gosta.

Tiraram a voz dos professores, os conhecimentos, os ensinamentos, a cultura. Depois tiraram o valor ao patriotismo, a garra, a luta, respeito pela pátria, a vontade de vencer. Estamos acompanhando há alguns anos a retirada do poder da religião, da fé, de Deus em principalmente, da família, base para todo ser vivo, a união, onde se deve aprender a respeitar, adquirir os princípios essenciais para a formação humana,

E tudo isso para um propósito, aqueles escolhidos, os que sobressaírem na missão serão aqueles que ficarão no poder, sendo alimentados pelos infectados pelo vírus e que não tiveram a chance ou a inteligência de usar o comunismo para sobreviver. Comunismo, Socialismo andam de mãos dadas, abraçados por todo o mundo.

Pessoas que reclamam do clima, da pobreza, das divisões sociais, mas que no seu íntimo, na sua vida particular, possuem celulares caríssimos, lanchas, iates, vivem em locais maravilhosos, comem bem, usam seus jatos para irem e voltarem. E claro, não podem deixar de ter uma pessoa para cuidar dos filhos, cozinhar, limpar a casa e etc. Geralmente, quase que na totalidade, com pagamentos oriundos de dinheiro fácil.

Onde essa podridão pode nos ajudar? Como podemos tirar proveito disso?

Estamos em ano eleitoral. 2018 começou uma reação na sociedade brasileira, muitas falhas vieram à tona, muitos que que nos enganaram nos “60 anos” continuaram nos corredores do poder. Mas, tivemos “UMA PESSOA”, “UM CERTO MESSIAS”, que começou aos poucos trazer para dentro de nossos lares aquilo que pensávamos que não existia mais.

Para algumas pessoas foi uma descoberta, um alívio, pois viviam na escuridão do vírus que adquiriram ao longo da vida e não conheciam a realidade antes de terem tomado conta do Brasil. Percebemos que há cura, existe um antídoto. Se não servir para nós, que sirva para nossos filhos.

Livramento, Liberdade!

As famílias foram pegando o gosto novamente pelos seus, começaram a olhar para o lado e ver que viver livre é possível, que temos uma pátria que foi conquistada e erguida com muito suor e sangue, nada foi fácil.

A vontade de lutar por algo maior começou a invadir nossos sentimentos. O sol amanhece diferente de norte a sul do Brasil. Máscaras caíram e continuam a cair, verdades vieram para nossos olhos, a força de viver, preservar, proteger, de amar nasce e renasce em nossas almas.

Mas o vírus, há esse tal vírus do comunismo ou socialismo, como disse, andam de mãos dadas. Esse ainda está solto e feroz, agora mais do que nunca, pois seus hospedeiros estão reagindo e buscando tratamento.

Precisamos começar a limpeza, o tratamento forte, e para isso temos que começar olhando nossas atitudes e escolhas. Precisamos sentir se em nossas escolhas e atitudes esse vírus está agindo para nos perturbar.

Reclamar das escolas, da educação e não procurar mudar e tirar seus filhos das garras do vírus, é o começo. Sei que é difícil. O vírus está por todo o lado, mas precisamos sair do comodismo e lutar se queremos um país onde as crianças não sejam transformadas em adultos imbecis úteis para bancar regalias dos tiranos.

Precisamos bater de frente no hospedeiro do vírus. E esse combate precisa ser nas Escolas, Faculdades, Igrejas, Templos e etc. Mas nesse ano, em especial, precisamos tirar o máximo possível de pessoas infectadas do meio político.

Para isso, pesquise seu candidato, veja o histórico dele nos últimos anos. Sabe aquela pauta, lei, que você achava importante? Veja como ele votou, sua opinião, pesquise com quem ele anda ou andou.

Aprendemos olhando no passado que esse vírus se camufla, faz mutações, toma qualquer atitude para não ser descoberto no seu hospedeiro intermediário. Existem alguns candidatos que saíram do governo federal este ano, que ficaram escondidos, camuflados para pensarmos que estão saudáveis, são de confiança, mas que na verdade só estão trabalhando para dar continuidade na propagação do vírus comunista ou socialista.

Políticos e assessores que estão indicando, fazendo coalizões com verdadeiros infectados e que lutaram pela destruição da sociedade e da família. Não se deixem enganar só por terem saído agora do Governo que começou abrir os olhos do povo. Lembrem-se: Nem todos que cercam ou cercaram o Presidente são pessoas imunes ao vírus.

Mais uma vez digo, investigue o candidato, levante suas atitudes, veja com quem andou. pesquise como se comportou nos últimos anos. Sorrindo, ele te faz de escravo, deixa você ser preso, faz com que você perca sua empresa, seus sonhos, sua dignidade e fique endividado.

Não reeleja nenhum Senador. Estude bem os passos de seus candidatos para Deputado Federal, Estadual e Governador. Não deixe que se propague esse vírus mortal chamado Comunismo/Socialismo.

Chegou a hora do brasileiro mostrar que não quer mais ser feito de marionete.

CHEGA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.